quarta-feira, 9 de março de 2011

Top 5 - Charlie Sheen




Carlos Irwin Estevez, vulgo Charlie Sheen é o homem mais polêmico da indústria do entretenimento nessas últimas semanas. Depois da rescisão de seu contrato com a Warner Bros. pela série "Two and a Half Men", detalhes de sua vida infestam diariamente tablóides ao redor do mundo. Dono de uma personalidade auto-destrutiva, somado aos seus problemas com drogas e álcool, Sheen praticamente acabou com sua carreira.

Filho do veterano Martin Sheen e irmão do esquecido Emilio Estevez, o ex-protagonista de "Two and a Half Men" não é um grande ator. Apesar da vertente artística de sua família, Sheen destacou-se em apenas algumas produções cinematográficas.

Astro de filmes de ação durante a década de 90, Charlie Sheen viveu seu grande apogeu no começo da carreira. O irmão mais novo do astro oitentista Emilio Estevez recebeu bons papéis em filmes importantes. Oliver Stone foi um dos seus grandes mentores; trabalhou com o cineasta em duas grandes películas. Em "Platoon" de 1986, Sheen encabeçou um elenco estrelar que tinha Willem Dafoe, Tom Beringer, Forest Whitaker, Keith David e Johnny Depp; A parceria entre ele e o aclamado cineasta voltou a dar frutos em "Wall Street", filme sobre os bastidores do mercado financeiro, protagonizado por Michael Douglas. Stone gostava muito de Sheen tanto que convidou-o para ser o principal personagem  em "Nascido em Quatro de Julho". O ator não aceitou graças a um mal conselho de seu irmão Emilio Estevez. Como é sabido o papel ficou para Tom Cruise, que recebeu sua primeira indicação ao Oscar por esse filme.

Apesar de canastrão, Charlie Sheen  recebeu alguns elogios da crítica e protagonizou alguns sucessos entre 1988 e 1992. Ele participou de cine-séries que na época fizeram sucesso tal como "Major League", e "Jovens Pistoleiros". Em 1990 trabalhou com Clint Eastwood no filme de ação "Rookie-Um Profissional do Perigo". Talvez um dos piores filmes dirigidos por Eastwood, que também contava com o talento latino de Raul Julia e da brasileira Sonia Braga.

A veia cômica entrou de vez em sua carreira quando protagonizou o impagável "Top Gang!", película que satirizava os filmes de ação e grandes sucessos dos anos 80, como "Top Gun" e "Rambo". Após esse filme sua carreira foi declinou, em contrapartida de alguns escândalos envolvendo suas mulheres. Não é de hoje que Charlie Sheen entra em polêmicas.

Apesar de pequenos filmes que participou durante a década de 90, o ator só voltou efetivamente a ativa, quando substituiu Michael J.Fox na série cômica "Spin City". Desde então Charlie Sheen virou um astro televisivo, e com o sucesso de "Two and a Half Men", teve o maior êxito de sua carreira. Na última temporada, o ator chegava a ganhar quase U$2 milhões por capítulo. Suas declarações e a má repercussão midiática em torno do ator fez com que o estúdio rescindisse o contrato do astro.

Confira a seguir os 5 melhores desempenho de Charlie Sheen no cinema.

5-) Charlie Sheen (Quero ser John Malkovich)
O ator faz uma pequena participação hilária no filme interpretando ele mesmo. Ele contracena com um temeroso John Malkovich, que lhe pede ajuda no filme. O jeito debochado, principal característica do ator está presente.

4-) Tenente Topper Harley (Top Gang!)
Fruto da imaginação de Jim Abrahams (Corra que a Polícia vem ai), o tenente Topper é um inesquecível personagem de Sheen. Se o ator tivesse seguido a carreira em filmes de comédia talvez ele teria sido mais bem sucedido. É inegável seu carisma e timing para comédia.
3-) Bud Fox (Wall Street)
Em 1987, quando chegou a levar a carreira a sério, Sheen impressionou como um ganancioso e corrupto corretor. Michael Douglas talvez não teria ganhado o Oscar de ator por esse filme, se não fosse a ótima químcia que teve com o até então jovem ator. Nesse filme, Charlie também contracenou com seu pai, Martin Sheen.

2-) Garoto da delegacia (Curtindo a Vida Adoidado)
"Curtindo a Vida Adoidado" é um dos melhores filmes juvenis da história. Mas um dos pontos altos do filme fica por conta da participação relâmpago de Charlie Sheen ao lado de Jennifer Grey. Como um delinquente juvenil, Sheen não era nem a sombra do que é hoje em dia.

1-) Chris (Platoon)
Seguindo os passos do pai, Charlie Sheen ficou famoso após protagonizar esse drama sobre a Guerra do Vietnã.  O jovem recruta Chris, interpretado por ele, é o mais emblemático de seus personagens no cinema. O personagem se defronta com uma crise moral que só a dor da guerra pode revelar. Suas angustias são bem retratadas pela grande promessa que era Charlie Sheen. Hoje o nome do ator é vinculado a "barraco", "baixaria", "polêmica" e "vício".

5 comentários:

Anônimo disse...

Muito bom parabéns!

Eduardo disse...

péssimo post, incoerente e impreciso, quem fez deve se inteirar mais do assunto para poder falar.

gabriel disse...

faltou o two and a half man

Anônimo disse...

Péssimo post.

LucasSantana' disse...

Absolutamente medilcre

 

Blogroll

free counters

Minha lista de blogs